Circuito Americano de Homens

MATT KUCHAR CONQUISTOU TORNEIO NO HAVAI E TORNOU-SE PRIMEIRO VENCEDOR MULTIPLO NA ÉPOCA

Sony Open in Havaii

Data: 10 a 13 de Janeiro 2019
Campo Waialae Country Club
Par: 70
Local : Honolulu, Havai, EUA

Resultados

 

 

O torneio foi inaugurado em 1965, há 54 anos, sendo disputado desde 1999 no Waialae Country Club, tendo tido este ano um field de 144 jogadores.

O campo foi inaugurado em 1927 e renovado em 1999, sendo bordejado em longas extensões pelo Oceano Pacifico, com os fairways ladeados de árvores de diversas espécies, na sua maioria coqueiros, encontrando-se estrategicamente 83 bunkers distribuídos no campo.

O percurso do Waialae Country Club é apresentado hole-by-hole e num flyover.

O vencedor do 14º evento do calendário de 2018-2019 do PGA Tour, foi o natural da Florida, Matt Kuchar, 40 anos, que bateu nas rondas 63, 63, 66 e 66 pancadas, 22 abaixo do par do campo, deixando a concorrência à distância de quatro pancadas.

Kuchar liderou o torneio nas três últimas jornadas, deixando o concorrente ao título, Andrew Putnam, natural de Tacoma, Washington, 29 anos, que reside em Phoenix, no Arizona, à distância de quatro pancadas, sagrando-se este vice-campeão do evento.

Putnam que ao longo das quatro jornadas manteve sempre o segundo lugar da classificação, batendo 62, 65, 67 e 68 pancadas, teve na primeira jornada como líder, com menos uma pancada que o canadense Adam Svensson, 25 anos, que reside na Florida, que veio a concluir o torneio no 43º lugar empatado.

Na segunda jornada o torneio foi já comandado por aquele que veio a ser o vencedor Matt Kuchar, que não permitiu a Putnam conquistar o torneio, deixando-o na segunda volta com mais uma pancada e com mais duas na terceira, terminando este a quarta ronda com mais quatro shots que o vencedor, sagrando-se assim vice-campeão.

Matt Kuchar, que havia nos cinco primeiros buracos da última volta feito: par, double-bogey, birdie e dois double-bogeys, concluiu os front-nine com três pars e um birdie, ou seja, com mais uma pancada que o par do campo, com 36 pancadas.

Putnam com dois birdies e pars nos front-nine terminou esta fase do jogo com a vantagem de uma pancadas sobre Kuchar.

Nos back-nine Putnam apurou apenas um birdie e um bogey, com pars nos restantes, efetuando o par desta fase do jogo.

Kuchar nos back-nine concretizou cinco birdies e um par, terminando assim com quatro pancadas de vantagem sobre Putnam.

Kuchar tornou-se o primeiro vencedor múltiplo esta época, uma vez que, em Novembro, quebrou um jejum de vitórias de quatro anos, ao vencer o Mayakoba Classic, no México.

Kuchar conseguiu o terceiro total de pancadas mais baixo - 258 - na história do Waialae Country Club, após Justin Thomas, em 2017, ter feito 253 pancadas e Jimmy Walker ter vencido o evento com 257 pancadas.

Putman que obteve a sua primeira vitória no verão do ano passado, no Barracuda Championship, soçobrou na última ronda quando após ter visitado o bunker no buraco 14, concretizou o único bogey da volta, não tendo conseguido efetuar birdies nos buracos seguintes, assistindo apenas aos três birdies que Kuchar consumou, tendo Putnam concluído a volta com as  referidas 68 pancadas, tendo subido ao 50º lugar do ranking mundial o que conseguiu pela primeira vez na sua carreira.

O 3º lugar do torneio foi partilhado pelo: canadense de Ontário, Corey Conners, 27 anos – que obteve a qualificação para o torneio na segunda-feira anterior – e que concluiu o evento com duas marcas de 64 shots, após ter efetuado nas anteriores 68 e 67 pancadas; o natural do Kansas, Chez Reavie, 37 anos, que reside em Scottsdale, no Arizona; o australiano de Victoria, Marc Leishman, 35 anos, que reside na Virgínia; e, o natural da Florida, Hudson Swafford, 31 anos e que reside na Georgia; tendo estes jogadores concluído as prestações com 17 pancadas abaixo do par do campo.

O vencedor Kuchar e o vice-campeão Putnam, receberam prémios no valor de 1.152 milhões de dólares (cerca de 1 milhão de euros) e 691.200 dólares (cerca de 603 mil euros), tendo Kuchar ascendido do 9º ao 2º lugar da Official Money, onde regista 2.555.593 dólares (cerca de 2,2 milhões de euros), após ter disputado quatro eventos esta época.

Andrew Putnam com o prémio que recebeu subiu da 29ª posição ao 10º lugar onde apresenta o total de 1.288.289 dólares (cerca de 1,1 milhões de euros) que apurou nos cinco eventos em que já participou esta época.

Com os 500 pontos e 300 pontos FedEx Cup que, respetivamente, Kuchar e Putnam receberam neste evento, subiram na lista da FedEx Cup Season Points: o primeiro, do 9º ao 2º lugar, onde exibe o total de 1.050 pontos; e, o segundo do 31º ao 10º lugar, onde totaliza 516 pontos, ambos com os números de eventos atrás referidos.

Outros concorrentes que destacamos da classificação geral do torneio, concluíram o mesmo, nas posições e com os resultados seguintes: Charles Howell III – 8ºE/-15; Patton Kizzire (vencedor em 2008), Patrick Reed – 13ºE/-13; Brandt Snedeker, Justin Thomas (2017) – 16ºE/-12; Ryan Armour, Emiliano Grillo, Kyle Stanley – 22ºE/-10; Abraham Ancer, Keegan Bradley – 29ºE/-9; Scott Piercy, Ian Poulter – 33ºE/-8; Fabian Gomez (2016) – 57ºE/-5; Russell Henley (2013) – 66º/-3; Johnson Wagner (2012) – 67ºE/-2; e, Gary Woodland – MDF/+3.

O natural de Dallas, Jordan Spieth, 25 anos, não passou o cut  ao efetuar 73 e 66 pancadas, sendo este o segundo cut  consecutivo – após ter falhado no Mayakoba Golf Classic no início de Novembro – e o quarto cut  que não passou nos últimos 12 eventos ao nível mundial.

Spieth continua otimista face aos progressos que, segundo ele, o seu jogo evidenciou no torneio desta semana, no Waialae Country Club, esperando regressar à sua anterior boa forma em breve.

Outros concorrentes de nomeada que também não passaram o cut  esta semana, foram: Zach Johnson (vencedor em 2009); Jerry Kelly (2002); Vijay Singh (2005); Paul Casey; Luke Donald; Bubba Watson; Adam Scott; e, Patrick Rodgers.

Voltar

 


 

Sites


 





 



 

Revised: 16-01-2019 .