Circuito Americano de Homens

O fenómeno HoVland confirmou as expetativas vencendo torneio em Porto Rico o seu primeiro triunfo no PGA Tour

Puerto Rico Open

Data:20 a 23 de Fevereiro 2020
Campo: Grand Reserve Country Club
Par: 72
Local : Rio Grande, Puerto Rico

Resultados

 

 

Este torneio foi disputado em Porto Rico – território que desde 2012 aguarda estatuto do Estado Americano – que se situa a leste da República Dominicana, sendo uma das Ilhas do Mar da Caraíbas, formada por montanhas, com floresta tropical e dispondo de várias quedas de água.

O torneio teve a sua 12ª edição na mesma data em que se realizou o WGC – Mexico Championship e que funcionou, como é habitual, como torneio alternativo do PGA Tour e no qual participaram 120 jogadores.

O campo onde se disputou o torneio pertence ao Grand Reserve Country Club, o qual é apresentado hole-by-hole.

O torneio teve como vencedor o jovem fenómeno, o norueguês de Oslo, Viktor Hovland, 22 anos, que confirmou as expetativas vencendo o torneio, juntando-se a Morikawa e Wolfe, outros fenómenos que surgiram na época passada no PGA Tour, que não participaram neste evento, tendo disputado o torneio principal da semana, o WGC – Mexico Championship.

Hovland nos cinco torneios que já disputou no PGA Tour, fez os cuts, concluindo estes eventos abaixo dos Top-16, obtendo no Wyndham Championship a quarta posição, tendo nas últimas treze rondas que efetuou conseguido resultados na casa das sessenta pancadas.

Viktor Hovland com esta vitória entrou no grupo dos jogadores seguintes, que com a idade de 22 anos obtiveram uma vitória no PGA Tour, que foram: Collin Morikawa; Jon Rahm; Jordan Spieth; Justin Thomas; e, Hideki Matsuyama.

Hovland bateu 68, 66, 64 e 70 pancadas, 20 abaixo do par do campo, que consumou com: 2 eagles; 22 birdies; 44 pars; 3 bogeys; e, um triple-bogey.

Com estes resultados o norueguês movimentou-se na classificação do seguinte modo: do 14º lugar empatado na primeira ronda obteve o primeiro lugar empatado na segunda ronda, concluindo a terceira ronda isolado com os 64 shots que efetuou, tendo então, 18 pancadas abaixo do par do campo, com o escocês Martin Laird, 37 anos, na segunda posição, com mais uma pancada e o natural de Kentucky, Josh Teater, 40 anos, no terceiro lugar, com 16 pancadas abaixo do par do campo.

Na última ronda Hovland terminou os front-nine com apenas um birdie e pars, tendo iniciado os back-nine  com um birdie, tendo, em seguida, efetuado um triple-bogey no 11, par 3, vindo a efetuar um eagle no 15, par 5, terminando o último buraco da ronda com um birdie, que lhe deu a vitória, deixando Teater à distância de uma pancada, que se sagrou vice-campeão.

Martin Laird que no fim da terceira ronda tinha apenas mais numa pancada que Hovland, efetuou 75 shots na ronda final, vendo-se remetido para o 6º lugar empatado, com 14 pancadas abaixo do par do campo.

Hovland recebeu um prémio no valor de 540 mil dólares (cerca de 219 mil euros), obtendo cartões de entrada nos torneios da época 2021-2022, bem como, o direito de integrar os fields do PGA Championship e do Players Championship.

A Viktor Hovland foi-lhe também atribuído 300 pontos FedEx Cup, tendo nos rankings Official Money subido da 120ª posição ao 53º lugar, onde contabiliza 847.149 dólares (cerca de 773 mil euros), obtidos nos sete eventos que disputou esta época.

Com os pontos que lhe foram atribuídos Hovland ascendeu da 131ª à 39ª posição, onde regista 420 pontos obtidos no número de torneios atrás referido.

O vice-campeão Josh Teater recebeu um prémio no montante de 327 mil dólares (cerca de 298 mil euros) e 165 pontos FedEx Cup.

Com o prémio recebido Teater ‘trepou’ na lista da Official Money da posição 195ª à 108ª onde apresenta o total de 407.552 dólares (cerca d e371 mil euros), valor obtido nos nove torneios em que participou esta época.

Com os 165 pontos FedEx Cup que lhe foram atribuídos, Teater subiu da posição 193ª à 95ª, onde totaliza 202 pontos, obtidos no número de eventos acima referidos.

Os vencedores do torneio que se classificaram nesta edição, obtiveram as posições e resultados seguintes: George McNeill (2012) – 35ºE/-9; Alex Cejka (2015) – 60ºE/-4; e, Scott Brown (2013) – 67ºE/par.

Não passaram o cut os seguintes jogadores, dentre outros: Alex Noren; David Hearn; Grayson Murray; Ricky Barnes; Chris Baker; Richy Werenski; Chad Campbell; Zac Blair; Dominic Bozzelli; Lucas Bjerregard; Martin Trainer (vencedor em 2019); D. A. Points (2017); e, Chesson Hadley (2014).

Voltar

 


 

Sites


 





 

Revised: 25-02-2020 .