Circuito Americano de Senhoras

THOMPSON VENCEU NA FLORIDA ÚLTIMO TORNEIO DO LPGA TOUR E A. JUTANUGARN A ACE TO CME GLOBE E O VARE TROPHY

CME Group Tour Championship

Data: 15 a 18 de Novembro de 2018
Campo:
Tiburón Golf Club

Par : 72
Local :
Naples, Florida; EUA

Resultados

 

 

O LPGA Tour após ter disputado cinco torneios na Ásia: em Incheon, Coreia do Sul; Xangai, China; Taipé, Taiwan; Shiga, Japão; Hainan, China – regressou a Naples, na Florida, para efectuar última competição do calendário de 2018, o CME Group Tour Championship.

A competição foi disputada no campo Gold – sendo o outro o Black – campos de dezoito buracos com a assinatura do australiano de Queensland, Greg Norman, 63 anos, onde se aprecia a sua concepção dos campos de golfe, que se mantêm sempre muito próximos da natureza dos solos que os envolvem.

 

O campo pode ser conhecido hole-by-hole e flyover.

No torneio participaram 72 jogadoras, as mais bem classificadas no Race to CME Globe Points Standings, bem como, outras participantes não incluídas naquele grupo, mas que, pertencendo ou não ao LPGA Tour, conquistaram no Tour um ou mais títulos.

Ás jogadoras que disputaram o CME Group Tour Championship, foram-lhes atribuídos novos pontos – Reset Points – substituindo os que figuravam no Race to CME Globe Points Standings, pelos novos, seguindo a mesma ordem, dando lugar ao Race to CME Globe Reset, utilizando para o efeito a Tabela I apresentada aqui.

Na tabela II, também apresentada aqui, figuram os pontos a atribuir às 40 primeiras jogadoras classificadas no CME Group Tour Championship, em que a vencedora deste evento recebe 3.500 pontos.

Uma vez concluindo o CME Group Tour Championship os pontos que cada jogadora obtiver neste evento serão somados aos ‘Reset Points’, e a jogadora que tiver maior total, será a vencedora da Race to the CME Globe.

Em caso de empate a vencedora é encontrada num play-off a efectuar imediatamente após a conclusão do CME Group Tour Championship.

Após se ter efectuado o ‘Reset’, as jogadoras nas posições Top-5 na Race to the CME Globe Points Standings, podem ganhar a Race to the CME Globe, se conquistarem o CME Group Tour Championship e as jogadoras nas posições Top-12, têm também matematicamente, a hipótese de ganharem a Race.

A vencedora do torneio foi a natural de Coral Springs, na Florida, Lexi Thompson, 23 anos, que bateu 65, 67, 68 e 70 pancadas, 18 abaixo do par do campo, que concretizou com: um eagle; 19 birdies; 49 pars; e, 3 bogeys.

Lexi Thompson – vencedora da Race to CME Globe em 2017 – tomou a liderança do CME Group Tour Championship a partir da segunda ronda, tendo concluído este evento com quatro pancadas de vantagem sobre a natural da Florida, Nelly Korda, 20 anos, que consumou 69, 67, 67 e 71 pancadas, que produziu com: 24 birdies; 38 pars; e, 10 bogeys.

A vencedora da Race to CME Globe de 2018 – que já havia ganho em 2016 – a tailandesa Ariya Jutanugarn, 22 anos, recebeu o Bónus de 1 milhão de dólares (cerca de 875 mil euros), tendo-se classificado no torneio na 5ª posição empatada, com 12 pancadas abaixo do par do campo.

Na 5ª posição concluíram também empatadas as seguintes jogadoras: a natural de New Jersey, Alex Marina, 28 anos; a espanhola de Pamplona, Carlota Ciganda, 28 anos; e, a neozelandesa Lydia Ko, 21 anos, que já havia conquistado, em 2015 e 2014, a Race to CME Globe, tendo em 2014 também ganho o CME Group Tour Championship.

Ariya venceu a Race to CME Globe Final com 6.750 pontos que obteve nos 28 torneios que disputou esta época.

O Rolex Player of the Year foi atribuído a Ariya Jutanugarn que totalizou no ranking respetivo 237 pontos.

A Louise Suggs Rolex Rookie of the Year foi atribuído à sul-coreana de Seul, Jin Young Ko, 23 anos, que obteve 1.263 pontos.

O Vare Trophy – destinado à jogadora com melhor resultado médio nas voltas dos torneios – foi ganho por Ariya Jutanugarn com 69,415.

Voltar

 


 

Sites


 





 



Revised: 19-11-2018 .