Circuito Americano de Senhoras

A AMERICANA DA FLORIDA LEXI THOMPSON VENCE TORNEIO INAUGURAL NO INDIANA

Indy Women in Tech Championship presented by Guggenheim

Data: 7 a 9 de Setembro de 2017
Campo:
Brickyard Crossing

Par : 72
Local : Indianapolis, Indiana, EUA

Resultados

 

O torneio foi inaugurado este ano – o Indy Women in Tech Championship, que foi patrocinado pelo Guggenheim Life and Annuity, empresa seguradora dos ramos vida e saúde – no qual participaram 144 jogadoras.

O campo foi redesenhado por Pete Dye em 1992-93, encontrando-se o mesmo numa área do Indianapolis Motor Speedway, no estado do Indiana, nos EUA.

Indianapolis não recebia um torneio do LPGA Tour, na modalidade stokeplay, desde 1988, ano em que se efectuou o Mayflower Classic.

O mais recente e importante evento que se realizou no estado de Indiana foi a Solheim Cup, que se disputou no Crooked Stick Golf Club, em Carmel.

O torneio disputou-se em três voltas num campo onde a ordem tradicional dos buracos foi alterada, bem como, as dimensões das relvas nos greens, nos fairways e nos roughs, que foram modificados por forma a tornar o campo mais exigente e, consequentemente, mais competitivo, bem como, não tendo ficado esquecidas, as alterações diárias dos pins, em função das condições meteorológicas de cada dia.

O torneio que tinha uma bolsa de prémios no montante de 2 milhões de dólares (cerca de 1,6 milhões de euros) foi disputado em três voltas.

Este novo torneio anunciado em Abril deste ano, realizou-se na semana anterior em que se disputará o Major  Evian Championship, em França, sendo o último da época.

A neozelandesa que nasceu em Seul, Lydia Ko, 22 anos, arrancou para a ronda final empatada com a americana natural de Coral Springs, na Florida, Lexi Thompson, 22 anos, ambas com 15 pancadas abaixo do par do campo.

Ko havia apurado 65 e 64 pancadas e Thompson 63 e 66 shots, tendo o resultado obtido por esta concorrente na primeia ronda sido o melhor e único obtido no torneio.

Lexi Thomspon evidenciou ao longo da competição a excelência do seu jogo curto, bem como, o que efectuou com o putter o que permitiu destacar-se de Ko e vencer com 4 pancadas de vantagem sobre esta.

Thompson apurou na ronda final 68 pancadas tendo Ko feito o par do campo, 72 shots.

Lexi Thompson concretizou o score referido com: 6 birdies; 10 pars; e, 2 bogeys; enquanto Ko produziu o score de 72 pancadas com: 3 birdies; 13 pars; e, um double-bogey.

Lexi cumpriu a tradição dos vencedores no Indianapolis 500, de beber um gole de leite gelado, tonando-se a primeira jogadora de golfe a cumprir tal tradição, ao vencer o torneio inaugurado este ano.

A americana Thompson concluiu os front-nine com 34 pancadas, com menos uma que Ko, que fez bogey no buraco 3, par 3.

Nos back-nine Thompson levou a vantagem a quatro pancadas sobe Ko até ao buraco 15, tendo no 16, par 4 feito um bogey ao projectar a bola de saída para um lago o que não foi suficiente para lhe terminar o ‘momentum’, uma vez que a seguir fez o par no buraco 17, terminando a sua prestação com um birdie no buraco 18, par 4, onde Ko se limitou a fazer o par do buraco.

Esta foi a nona vitória que Thompson obteve no LPGA Tour e a segunda de 2017 em que conquistou o Kingsmill Championship, presented by JTBC.

Com esta vitória Lexi Thompson ultrapassou a sul-coreana Sung Hyun Park, ocupando o 2º lugar no World Golf Ranking.

Com o prémio de 300 mil dólares (cerca de 249 mil euros) a natural da Florida manteve-se no 3º lugar da Official Money onde regista 1.651.815 dólares (cerca de 1,3 milhões de euros) recebidos em prémios nos 17 torneios que já disputou esta época, elevando para 7.068.184 dólares (cerca de 5,8 milhões de euros) o montante em prémios auferidos na sua carreira, tornando-se a 33ª jogadora do LPGA Tour a auferir um montante no mínimo de 7 milhões de dólares (cerca de 5,8 milhões de euros).

Com os 500 pontos Globe que recebeu Thompson subiu ao primeiro lugar do Ranking Race to CME Globe Season, onde apresenta o total de 3.192 pontos que lhe foram atribuídos no número de eventos atrás referidos.

A vice-campeã Lydia Ko, ao receber 183.381 dólares (cerca de 152 mil euros) como prémio subiu na Official Money da 29ª à 20ª posição onde contabiliza 638.100 dólares (cerca de 530 mil euros) obtidos nas 19 competições em que participou esta época.

O 3º lugar do torneio foi ocupado pela natural de Perth, na Austrália, Minjee Lee, que se posicionou isolada, com 13 pancadas acima do par do campo.

Minjee Lee bateu 69, 66 e 67 pancadas que apurou com: um eagle – que fez na última ronda no buraco 14, par 5 -; 16 birdies; 33 pars; e, 4 bogeys.

Com o prémio de 133.030 dólares (cerca de 110 mil euros) Minjee Lee subiu na Official Money do 19º ao 15º lugar do ranking, onde regista 830.133 dólares (cerca de 689 mil euros) que obteve nos 19 eventos que já disputou este ano.

Com os 190 pontos Globe que recebeu, Minjee Lee subiu da 18ª à 12ª posição, onde totaliza 1.640 pontos que obteve no número de competições atrás referidas.

Outras concorrentes que destacamos da classificação geral do torneio, obtiveram as seguintes posições e resultados: Lizette Salas, Brooke M. Henderson – 5ºE/-12; Moriya Jutanugarn – 10º/-11; Austin Ernest, Cristie Kerr – 11ºE/-10; Stacy Lewis, Chella Choi – 19ºE/-7; Gerina Piller – 30ºE/-6; Katherine Kirk, Nanna Koerstz Madsen, Sei Young Kim – 42ºE/-5; e, Angela Stanfod – 58ºE/-2.

Voltar

 


 

Sites


 






 



Revised: 11-09-2017 .