Circuito Americano de Senhoras

JUTANUGARN VENCE CME GROUP TOUR CHAMPIONSHIP E THOMPSON A RACE TO CME GLOBE E O VARE TROPHY

CME Group Tour Championship

Data: 16 a 19 de Novembro de 2017
Campo:
Gold no Triburon Golf Club

Par : 72
Local : Naples, Florida, EUA

Resultados

 

O LPGA Tour após ter efectuado a digressão por cinco países da Ásia  - tendo disputado torneios na Coreia do Sul, Taiwan; Malásia; Japão; e, China – regressou a Naples, na Florida, para efectuar  última competição do calendário de 2017, o CME Group Tour Championship.

A competição foi disputada no campo Gold – sendo o outro o Black – campos de dezoito buracos com a assinatura do australiano de Queensland, Greg Norman, 62 anos, onde se aprecia a sua concepção dos campos de golfe, que se mantêm sempre muito próximos da natureza dos solos que os envolvem.

No torneio participaram 74 jogadoras, as mais bem classificadas no Race to CME Globe Points Standings, bem como, outras participantes não incluídas naquele grupo, mas que, pertencendo ou não ao LPGA Tour, conquistaram no Tour um ou mais títulos.

Ás jogadoras que disputaram o CME Group Tour Championship, foram-lhes atribuídos novos pontos – Reset Points – substituíndo os que figuravam no Race to CME Globe Points Standings, pelos novos, seguindo a mesma ordem, dando lugar ao Race to CME Globe Reset, utilizando para o efeito a Tabela I apresentada aqui.

Na tabela II, também apresentada aqui, figuram os pontos a atribuir às 40 primeiras jogadoras classificadas no CME Group Tour Championship, em que a vencedora deste evento recebe 3.500 pontos.

Uma vez concluindo o CME Group Tour Championship os pontos que cada jogadora obtiver neste evento serão somados aos ‘Reset Points’, e a jogadora que tiver maior total, será a vencedora da Race to the CME Globe.

Em caso de empate a vencedora é encontrada num play-off a efectuar imediatamente após a conclusão do CME Group Tour Championship.

Após se ter efectuado o ‘Reset’, as jogadoras nas posições Top-5 na Race to the CME Globe Points Standings, podem ganhar a Race to the CME Globe, se conquistarem o CME Group Tour Championship e as jogadoras nas posições Top-12, têm matematicamente a hipótese de ganharem a Race.

A vencedora do torneio foi a tailandesa de Banguecoque, Ariya Jutanugarn, 21 anos, que bateu 68, 71, 67 e 67 pancadas, que produziu com: 17 birdies; 53 pars; e, 2 bogeys, concluindo o torneio com 15 pancadas abaixo do par do campo.

Jutanugarn derrotou no ultimo buraco do torneio a natural de Coral Springs, na Florida, Lexi Thompson, 22 anos, que bateu nas rondas 71, 67, 69 e 67 pancadas, 14 abaixo do par do campo.

Lexi se tivesse feito o par-putt com cerca de 60 cms, teria, provavelmente, evitado a derrota, obrigando Jutanugarn a fazer o birdie para vencer o torneio – o veio a acontecer sem haver tal exigência.

Ariya Jutanugarn quando concluiu o último buraco, Thompson já tinha terminado a ronda e encontrava-se no putting-green quando tomou conhecimento do segundo birdie de Ariya.

Jutanugarn venceu o torneio, o seu segundo triunfo na época, o sétimo de carreira no LPGA Tour.

Thompson venceu o Race to CME Globe com 7.450 pontos que obteve nos 21 torneios que disputou.

Lexi Thompson recebeu o prémio de 1 milhão de dólares (cerca de 847 mil euros) como primeira classificada no Race to CME Globe.

O Rolex Player of the Year Award foi atribuído a duas jogadoras: a ‘rookie’ Sung Hyun Park e à sul-coreana So Yeon Ryu, 27 anos, que terminaram o ano, ambas, com 162 pontos no ranking respectivo.

O Vare Trophy, destinado à jogadora com melhor resultado médio nas voltas dos torneios, foi ganho por Lexi Thompson, que apurou 69,114.

Voltar

 


 

Sites


 






 



Revised: 20-11-2017 .