Profissionais portugueses na Europa

"FIGGY" CADA VEZ MAIS PERTO DO EUROPEAN TOUR

 

Pedro Figueiredo e Filipe Lima foram os portugueses em evidência este fim-de-semana nos dois principais circuitos europeus de profissionais. O primeiro terminou o SSE Scotish Hydro Challenge, do Challenge Tour (II Divisão), na Escócia, no 3.º lugar, o segundo foi 18.º no BMW International Open, do European Tour (I Divisão), na Alemanha. 

Vencedor há duas semanas do KPMG Trophy, naquele que foi o seu primeiro título no Challenge Tour, “Figgy” partiu no domingo para a última volta empatado na liderança com o galês Suart Manley, vencedor no último domingo do Hauts de France Golf Open, mas nenhum deles conseguiu manter-se no topo, saindo vencedor o escocês David Law, com 273 pancadas (66-69-71-.), 11 abaixo do Par.

fOTO fILIPE gUERRA

Numa prova realizada no campo do Macdonald Spey Valley Golf Club, em Aviemore, Pedro Figueiredo ficou isolado no terceiro lugar, com 277 pancadas (67-69-69-72), e Stuart Manley caiu para os 23.ºs com 283 (67-69-69-78). O 2.º foi o dinamarquês Joachim Hansen, com 275 (67-69-69-72). 

Com esta classificação, que lhe valeu um prémio de 17.500 euros, subiu para 6.º na Road to To Ras Al Khaimah, a ordem de mérito respectiva, com 57.032 pontos, num tabela liderada pelo italiano Lorenzo Gagli, que soma 103.853 pontos. Os 15 primeiros desta tabela no final da época são promovidos ao European Tour. Pedro Figueiredo está no bom caminho para lá chegar.” No ranking mundial, onde é já o melhor português, subiu de 383.º para 301.º. 

“Foi um torneio muito positivo, o terceiro lugar é bastante bom, joguei bem sobretudo os primeiros três dias, muito consistente, a cometer poucos erros, hoje já não joguei tão bem, não bati tão bem na bola, daí o resultado não ter sido tão bom. Mas como eu disse não deixa de ser muito positivo, é bom, dá-me bons pontos para o ranking, portanto, acabo por sair satisfeito apesar de uma última volta menos boa.”, disse.

Quanto a Filipe Lima, entrou para a última volta nos 9.ºs classificados, a duas pancadas do sexteto de líderes. Estava na corrida pela vitória, mas hoje finalizou com 72 (Par) para partilhar o 18.º posto com mais sete jogadores, todos com 285 (-3). Pela sua classificação, recebeu um prémio de €23.075. No ranking mundial, passou de 391.º para 367.º. O vencedor foi o inglês Matt Wallace, vencedor do Open de Portugal de 2017, com 278 (73-69-71-65), 10 abaixo do Par.

Press-Release
Gabinete de Imprensa FPG
24 de Junho  2018

Voltar

 

Revised: 25-06-2018 .