Campeonato Nacional de Clubes Solverde

VILAMOURA É O NOVO ECODISTA DE TÍTULOS

 

Equipa algarvia derrota Miramar na final no Vidago Palace Golf Course e descola do Estoril com 17 vitórias na competição, cinco delas nas últimas seis edições.

O Clube de Golfe de Vilamoura ergueu hoje pela 17.º vez a Taça Visconde Pereira Machado, referente à prova masculina do Campeonato Nacional de Clubes – Solverde, após bater na final o CG Miramar, na 54.ª edição que decorreu entre quinta-feira e domingo no campo transmontano do Vidago Palace Golf Course.

Sucede na lista dos vencedores ao Oporto GC, que derrotou o conjunto da casa do Vidago Palace no encontro para atribuição do terceiro e quarto lugares. Para Miramar, logrou-se o objectivo de somar a sua quarta vitória no torneio, tendo sido esta a terceira vez nos últimos quatro anos que foi vice-campeão.

Vilamoura evoluiu com Tomás Melo Gouveia (campeão nacional amador absoluto), Vítor Lopes, Nathan Brader, Gonçalo Teodoro (campeão nacional de sub-16), Francisco Matos Coelho (campeão nacional de sub-14) e Calvin Holmes. Como capitão, Jorge Baptista, como treinador Joaquim Sequeira.

Terminou a fase de stroke play no terceiro lugar, atrás de Miramar e Vidago Palace, e depois eliminou o Bom Sucesso nos quartos-de-final e o Vidago Palace nas meias-finais, antes de defrontar Miramar no jogo de atribuição do título.

“Estou extremamente feliz e satisfeito”, disse o capitão de Vilamoura, Jorge Baptista, acrescentando: “Um agradecimento especial aos meus ‘meninos’, que foram uns autênticos campeões. E ao nosso treinador Joaquim Sequeira, pelo trabalho que tem feito ao longo destes anos.”

Vilamoura venceu a final 5-2, no cômputo dos sete jogos realizados. Os algarvios ganharam as duas partidas matinais de pares em foursomes e de tarde coube a Tomás Melo Gouveia, no terceiro match de singles, averbar o quarto e vitorioso ponto, na vitória frente a Tomás Bessa no 18 por 1 up. Antes, no primeiro match, Matos Coelho oferecera o terceiro ponto batendo Pedro Clare Neves também por 1up.

Quando Tomás Melo Gouveia garantiu o ponto-chave, os intervenientes dos restantes dois encontros que ainda estavam em curso, entre Vítor Lopes e Daniel Rodrigues e entre Nathan Brader e Pedro Silva, foram interrompidos e dados como empatados consensualmente (0,5 pontos para cada um), numa altura em que a marcha do marcador era favorável aos de Miramar. Pedro Lencart deu o outro ponto a Miramar, batendo Gonçalo Teodoro no segundo jogo por 6/5.

Press-Release
Gabinete de Imprensa da FPG
11 de Setembro de  2017

Voltar

 

 

Revised: 11-09-2017 .