2.ª Taça da Federação Portuguesa de Golfe de Pitch & Putt

HUGO ESPÍRITO SANTO CONQUISTA O TROFÉU NO DESEMPATE COM ADRIANO FONSECA

Jovem Gabriel Sardo, de 10 anos, foi o sensacional vencedor do torneio no Citygolf, mas o campeão e o vice-campeão da Taça da FPG P&P foram Hugo Espírito Santo e Adriano Fonseca. 

O torneio foi ganho de forma sensacional pelo jovem da Quinta do Fojo Gabriel Sardo, de 10 anos, mas foi Hugo Espírito Santo, da União Cultural Desportiva e Recreativa de Guardizela, que sucedeu hoje a Arnaldo Paredes (Quinta das Lágrimas) na lista de vencedores da Taça da Federação Portuguesa de Golfe de Pitch & Putt, numa segunda edição que decorreu este fim-de-semana no Citygolf, Porto. 

Para o título de campeão da Taça contavam os pontos transitados da Liga Nacional de P&P, de acordo com a posição final em cada zona. Hugo Espírito Santo juntou os seus 400 pontos da Liga aos 300 pelo 2.º lugar na Taça da FPG, sendo primeiro no Ranking Liga Nacional P&P com um total de 700, contra os 620 do segundo, Adriano Fonseca, do Citynorte, que também registava 400 e lhes acrescentou 220 pelo 3.º lugar na Taça. 

Gabriel Sardo, da Quinta do Fojo, actual vice-campeão nacional de sub-10 no golfe convencional, foi o sensacional vencedor do torneio com um total de 165 pancadas (53-55-57), 3 acima do Par – e com os 400 pontos arrecadados pelo triunfo terminou em terceiro na Taça, com 580. Com 8,0 de handicap de P&P, Gabriel foi também o vencedor net do torneio. 

Hugo Espírito Santo (55-61-51) e Adriano Fonseca (54-56-57) terminaram empatados no segundo lugar do torneio com 167 (+5), prevalecendo, no desempate, os melhores últimos 27 buracos do primeiro, que fechou com a melhor volta da prova (-3), para a qual eram elegíveis os cinco primeiros classificados e empatados das classificações gross e net nos Rankings das Ligas A (Minho), B (Porto), C (Centro) e D (Lisboa). 

“Foi difícil, não estava à espera de vencer, porque joguei mal no primeiro dia, não bati bem na bola, fiz muitos erros e fui muitas vezes à agua, o que me deixou com uma desvantagem grande para domingo, mas hoje parti para a última volta tentando fazer o melhor possível, e acabei por levar a melhor sobre o Adriano graças a um birdie no último buraco”, afirmou Hugo Espírito Santo, que já tinha sido sete vezes o n.º 1 do Ranking Nacional de Pitch & Putt, desde a sua criação em 2010 até 2016.

Press-Release
Gabinete de Imprensa da FPG
14 de Outubro 2018

Voltar

 


 

Sites


 





 



Revised: 15-10-2018 .