FEITOS EM 2017 DOS JOGADORES E ESTREANTES DO ANO NOS TOURS AMERICANOS

 

Apresentam-se nesta edição do Portugalgolf.pt, os feitos dos jogadores que nos Tours americanos, foram votados em 2017, “Jogador do Ano” e “Estreante do Ano”.

PGA Tour – Jogador do Ano

Justin Thomas, 24 anos, natural de Louisville, no Kentucky, que se tornou profissional em 2013, tendo ganho em 2014 o seu primeiro título profissional, no Nationwide Children’s Hospital Championship.

 

Thomas em 2014 disputou vários torneios no Web.com – 2ª divisão do PGA Tour – tendo obtido o cartão de entrada no PGA Tour, em 2015.

Thomas obteve a primeira vitória no PGA Tour em 2015, no CIMB Classic, na Malásia.

Em Outubro de 2016, conquistou de novo o CIMB Classic e dois outros eventos em Janeiro de 2017, obtendo o seu primeiro Major em Agosto no PGA Championship, no Quail Hollow Club e em Setembro vence o Dell Tecnologies Championship, torneios dos FedEx Cup Playoffs.

Thomas conclui o ano de 2017, em Outubro, com uma vitória no The CJ Cup @ Nine Bridges, num play-off em que derrotou o australiano Marc Leishman, 34 anos.

No ano findo Justin Thomas fez também parte da equipa vencedora da President’s Cup, que se disputou no Liberty National Golf Club, em New Jersey.

Justin Thomas concluiu o ano de 2017, sendo líder da Official Money, com 9.921.560 dólares (cerca de 8,1 milhões de euros), que obteve nos 25 torneios que disputou naquela época.

Na FedEx Cup Season Points apurou 2.689 pontos, obtendo o segundo lugar no ranking.

PGA Tour - Estreante do Ano

Xander Schauffelle, 23 anos, natural de La Jolla, e, San Diego, na Califórnia, tornou-se profissional em Junho de 2015, tendo disputado toda a época de 2016 no Web.com Tour.

Em Julho de 2017 Shauffele obteve a sua primeira vitória no The Greenbrier Classic.

Shauffele iniciou os FedEx Cup Playoffs de 2017 na 33ª posição na FedEx Cup Standings, vindo a conquistar o Tour Championship, tornando-se o primeiro estreante a vencer aquele evento, sendo também o primeiro estreante a conquistar um torneio nos FedEx Cup Playoffs.

O natural de San Diego disputou 28 torneios em 2017, tendo obtido, quatro Top-10 nos vinte eventos em que passou o cut, tendo obtido na FedEx Cup Standings a terceira posição, com 2.151 pontos.

Xander Shauffele embolsou em 2017, nos 28 eventos em que participou, 4.312.674 dólares (cerca de 3,5 milhões de euros) ocupando o 12º lugar no ranking da Official Money.

LPGA Tour – Jogadora do Ano

O LPGA Player of The Year Award é atribuído anualmente, desde 1966, pelo LPGA Tour.

É um troféu cujas vencedoras são apuradas em pontos acumulados na época, contando apenas as vitórias e Top-10 e com pontos a dobrar nos Majors.

Os títulos de Jogadora do Ano foram atribuídos a duas jogadoras sul-coreanas, So-yeon Ryu e Sung Hyun Park, tendo a esta última jogadora também sido atribuído o Troféu Louise Suggs Rookie of the Year.

So-Yeon Ryu, 27 anos, que ingressou no LPGA Tour em 2012, já obteve neste circuito cinco vitórias tendo as duas últimas sido obtidas em 2017.

A primeira foi conseguida no Major Ana Inspiration, em que a sua oponente, a americana Lexi Thompson, 22 anos, foi penalizada com quatro pancadas devido a uma marcação incorreta da bola ao recoloca-la, isto após uma reclamação dum espectador que seguia o torneio pela televisão durante a terceira ronda, tendo a penalidade sido atribuída pelos árbitros no dia seguinte, o que determinou que Ryu viesse a ganhar o torneio num primeiro buraco de play-off.

Em Junho de 2017, Ryu conquistou o Walmart NW Arkansas Championship, tornando-se a nº 1 do Rolex Women’s World Golf Rankings.

Ryu além destas duas vitórias no LPGA Tour obteve: uma, no Ladies European Tour; e, nove no LPGA of Korea Tour.

No LPGA Money, Ryu obteve em 2017, nos 23 eventos que disputou, a receita em prémios no montante de 1.981.593 dólares (cerca de 1,6 milhões de euros).

Ryu concluiu o ranking Race to CME Globe no 5º lugar, com 4.500 pontos, com o número de eventos atrás referidos.

LPGA Tour – Estreante do Ano

O Troféu Louise Suggs Rookie of the Year foi atribuído, como referimos, à sul-coreana de Seul, Sung Hyun Park,. 24 anos, que reside em Orlando, na Florida, e que se tornou profissional em 2012, fazendo parte do LPGA Tour desde 2017.

Park obteve 12 vitórias como profissional, duas das quais no LPGA Tour e as anteriores no LPGA do Korea Tour.

Em Julho de 2017, Park conquistou o Major, US Women’s Open e, em Agosto, o Canadian Pacific Women’s Open.

Em Novembro de 2017, Park subiu a nº 1 do Women’s World Golf Ranking, tendo também obtido o título, LPGA Rookie of the Year Award, tendo como referimos, partilhado o título de Player of the Year Award com So-Yeon Ryu.

Park concluiu o ano de 2017 no 1º lugar do ranking LPGA Money, com 2.335.883 dólares (cerca de 1,9 milhões de euros), valor que recebeu em prémios nos 23 eventos que disputou na época.

No Race to CME Globe, Park obteve 6.250 pontos, classificando-se no ranking na segunda posição, com o número de eventos atrás referidos.

PGA Tour Champions – Jogador do Ano

O alemão Bernard Langer, 60 anos, que reside na Florida, detentor de 110 títulos, desde que se tornou profissional em 1972, sendo atualmente membro do PGA Tour Champions, tendo em 2017 ganho: o Mitsubishi Electrics Championship at Hualalai; três Majors – Regions Tradition, Senior PGA Championship e The Senior Open Championship -; o Pure Insurance Championship; e, dois torneios da Charles Schwab Cup Playoffs – o Dominion Charity Classic e o Powershares QQQ Championship.

Langer, em 2017, tornou-se o primeiro jogador que completou o “Senior Slam”, quando conquistou o Kichen Aid Senior PHGA Championship e dois meses depois, ultrapassou Jack Nicklaus, o líder de vitórias em Majors (10), quando venceu o The Senior Open Championship, consumando a sua 36ª vitória no Champions Tour, cujo o recorde é detido por Hale Irwin, que conquistou 45 eventos.

Langer recebeu este ano o Jack Nicklaus Award, outorgado ao Jogador do Ano e, pela sétima vez, após o ter recebido em 2008, 2009, 2010, 2014 e nos três anos seguintes.

Langer membro do World Golf Hall of Fame, também recebeu este ano o Arnold Palmer Award – atribuído ao nº 1 da Charles Schwab Money List – tendo recebido este galardão pela sexta vez consecutiva, tendo embolsado 3.677.359 dólares (cerca de 3 milhões de euros) valor que obteve nos 22 torneios que disputou esta época.

Na Charles Schwab Cup Points, Langer obteve o 2º lugar com 2.234 pontos, ficando atrás de Kevin Sutherland, que apurou 3.280 pontos nos 23 torneios que disputou esta época.

Langer já havia ganho a Charles Schwab Cup em: 2010, 2014, 2015 e 2016.

O alemão também ganhou pela sexta vez o Byran Nelson Award – o mais baixo score médio.

PGA Tour Champions – Estreante do Ano

O americano de Madison, no Wisconsin, Jerry Kelly, 51 anos, que se torneou profissional em 1989 e já obteve 10 vitórias como profissional, três das quais no PGA Tour e duas no PGA Tour Champions, onde se encontra presentemente.

Kelly debutou no Tour no Chubb Classic, em Fevereiro de 2017 e obteve o seu primeiro triunfo no Boeinbg Classic.

Em Setembro obteve outra vitória no Pacific Links Bear Mountain Championship e dez Top-10 noutros eventos.

Na Charles Schwab Cup Standings, Kelly obteve a 7ª posição com 1.208 pontos, após ter disputado 20 torneios na época.

Na Charles Schwab Cup Money List, Kelly classificou-se no 6º lugar, com 1.416.077 dólares (cerca de 1,1 milhões de euros), após ter participado no número de torneios atrás referidos.

Voltar

 


 

Sites


 





 



Revised: 25-01-2018 .