Circuito Europeu de Homens

SCHWARTZEL CONQUISTA, PELA QUARTA VEZ, O DUNHILL CHAMPIONSHIP E MELO GOUVEIA ENTRA COM O 'PÉ DIREITO' NO EUROPEAN TOUR

Alfred Dunhill Championship

Data: 26 a 29 de Novembro de 2015
Campo: Leopard Creek Country Club
Pars:  72
Local : Malelane, África do Sul

Resultados

 

O Alfred Dunhill Championship, foi o torneio de abertura do calendário de 2016 do European Tour, com o qual teve início a 8ª edição da Corrida para o Dubai.

O torneio teve como palco – como acontece desde 2005 – o campo do Leopard Creek Country Club.

O campo foi desenhado pelo sul-africano de Joanesburgo, Gary Player, 80 anos, e inaugurado em 1996, encontrando-se rodeado de árvores e arbustos, apresentando ao longo dos fairways vários obstáculos de água, onde se encontram muitos crocodilos que dão o nome ao rio que corre ao longo de alguns buracos do campo.

 

Um dos dois buracos mais icónicos do campo são o 13, par 5, em que o green se encontra numa escarpa, donde se vê o Rio dos Crocodilos que corre na vertical a 32 metros de profundidade daquele local donde se descortinam vistas magnificas do Rio e do Kruger Park.

Outros buracos, dignos de especial relevo e de que Gary Player se orgulha são: o 18, par 5, cujo green se encontra implantado numa ilha; e, o 9, par 4, em que o green surge incrustado numa península, em que a água que o rodeia é a mesma que banha o green do 18.

O campo é ondulado e insere-se na planície do Kruger Park, onde três buracos têm uma rica fauna ne vizinhança, constituída por: crocodilos; hipopótamos; leopardos; antílopes; impalas; búfalos; e, elefantes.

Cada tee de saída possui uma estátua, em bronze, dum leopardo.

O vencedor do torneio foi o sul-africano de Joanesburgo, Charl Schwartzel, 31 anos, que averbou a 10º vitória no European Tour, tendo obtido esta semana a quarta vitória no Dunhill Championship, tendo conquistado as anteriores nos anos de: 2005; 2013; e, 2014.

O último triunfo que Schwartzel averbou foi no Masters Tournament de 2011, tendo caído, desde então, para o 50º lugar no ranking mundial onde se encontra agora na 31ª posição.

Com Branden Grace em 2015 e Garth Mulroy em 2011, esta vitória de Charl Schwartzel é a quinta consecutiva obtida por um sul-africano.

Schwartzel, membro do Leopard Country Club, em Malelane, consumou 15 pancadas abaixo do par do campo, resultado que obteve com 66,67, 70 e 70 pancadas.

Estas marcas foram produzidas com: 21 birdies; 45 pars; e, 6 bogeys.

Schwartzel, que terminou pela oitava vez no Top-2, nas onze vezes que participou neste evento, com o score agregado de 122 pancadas abaixo do par do campo, razão pelo qual é conhecido como o rei do Leopard Creak Country Club.

Com a idade de 31 anos o vencedor tornou-se o mais jovem sul-africano a alcançar dez vitórias no European Tour, destronando Els que tinha mais um ano de idade quando os dois dígitos em triunfos foram obtidos no Dubai Desert Classic de 2002.

O sul-africano de Joanesburgo com as marcas atrás referidas,movimentou-se no evento do 2º lugar que alcançou na primeira jornada, tomando a liderança na ronda seguinte, que não deixou até ao fim, vindo a concluir a sua prestação com a vantagem de 4 pancadas sobre o francês de Bordéus, Gregory Bourdy.

O vice-campeão Bourdy, 33 anos, detentor de quatro vitórias, dentre as quais o Estoril Open de Portugal de 2008, bateu 70, 72, 67 e 68 pancadas, obtendo 11 pancadas abaixo do par do campo, produzidas com: 21 birdies; 44 pars; 6 bogeys; e, um triple-bogey .

No 3º lugar da competição classificou-se o francês Herbert Benjamin, 28 anos, detentor de cinco títulos no Challenge Tour e que, em Malelane, obteve o 3º lugar no evento, a sua melhor posição conseguida num evento do European Tour.

Benjamin bateu 68, 70, 68 e 72 pancadas, 10 abaixo do par do campo, tendo na última ronda nos back-nine feito um birdie no buraco 11, par 4, efectuando de seguida seis pars e um bogey no último buraco, resultado que o deixou com apenas mais uma pancada que Bourdy.

No 4º lugar, posicionou-se o francês Sebastien Gross, 26 anos, que em 2015 obteve duas vitórias no Challenge Tour e que se estreou neste evento no European Tour, após se ter classificado em 2º lugar na Road to Oman Ranking.

Gros nesta sua nova presença no Tour, afirmou os seus méritos ao efectuar 63 pancadas na terceira ronda em que concretizou o melhor resultado numa volta do torneio, em que obteve nove birdies, quatro nos front-nine e cinco nos back-nine.

Gros bateu 71, 72, 63 e 73 pancadas no torneio, tendo efectuado no total: 22 birdies; 40 pars; 7 bogeys; e, 3 double-bogeys.

O 5º lugar do torneio foi partilhado por: o inglês Matt Ford; o francês Thomas Linard; e, o holandês Joost Luiten; que concluíram o torneio com 7 pancadas abaixo do par do campo.

O nº 1 da Road to Oman Ranking, Ricardo Melo Gouveia, 24 anos, concretizou no seu primeiro evento como membro do European Tour, 72, 72, 71 e 68 pancadas – 5 abaixo do par do campo – resultado com que obteve o 18º lugar na classificação do torneio, que concretizou com 18 birdies; 44 pars; 7 bogeys; e, 3 double-bogeys.

Os prémios recebidos pelo campeão Schwartzel; o vice-campeão, Bourdy; o 3º classificado, Herbert; e, Gros, que obteve o 4º lugar, tinham, respectivamente, os montantes em euros seguintes: 237.750; 172,500; 103.800; e, 73.650; valores com que ocuparam os quatro primeiros lugares da Race to Dubai, com cada euro convertido num ponto.

Melo Gouveia ocupou o 18º lugar empatado na Corrida para o Dubai onde regista o total de 16.767 pontos.

Os concorrentes que venceram em anos anteriores este torneio – para além de Schwartzel – e se classificaram neste torneio, foram os seguintes, que obtiveram as posições e resultados indicados: Branden Grace (2015) – 8ºE/-7; Pablo Martin Benavides (2011 e 2010) – 11ºE/-6; Richard Sterne (2009) – 34ºE/-2.

Outros jogadores que destacamos da lista da classificação geral do torneio, obtiveram as posições e resultados indicados: Jaco Van Zyl, Eddie Pepperell – 8ºE/-7; Thomas Aiken, David Drysdale – 18ºE/-5; Darren Fichardt, Jbe Kruger – 27ºE/-4; Scott Jamieson- 41ºE/par; Richard Bland; Niclas Fasth – 44ºE/+1; Lee Slattery – 65º/+9.

Não passaram o cut, dentre outros jogadores, os seguintes: Mark Foster; John Hahn; Edoardo Molinari; Louis Oosthuizen; Gregory Havret; John Parry; Trevor Fisher Jnr; Ross McGowan; Alexander Levy; Pelle Edberg; Matthew Baldwin; Lucas Bjerregaard; Morten Orum Madsen; Hennie Otto; e, Garth Mulroy (vencedor em 2011).

  Voltar

 

Revised: 03-12-2015 .