Circuito Europeu de Homens

O ESPANHOL CABRERA BELLO QUEBRA JEJUM DE MAIS DE CINCO ANOS AO VENCER NA ESCÓCIA

Aberdeen Asset Management Scottish Open

Data: 13 a 16 de Julho de 2017
Campo: Dundonald Links
Par:  72
Local :  Troon, Aryshire, Escócia, Reino Unido

Resultados

 

O Scottish Open – que desde 2012 recebe o nome do seu patrocinador – teve as suas primeiras edições em 1972 e 1973, tendo-se verificado depois um intervalo de doze anos, até que em 1986, o torneio regressou ao calendário do European Tour.

Em 1996 e 1997 o torneio voltou a ‘desaparecer’ do calendário, tendo em 2001 sido decidido que os torneios efectuados naqueles anos seriam considerados Scottish Opens.

 

A 35ª edição do evento estreou-se este ano no Dundonald Links, tendo-se deslocado para Aryshire Coast, ficando a cerca de 5 kms do Royal Troon, sendo este o quarto campo de links onde o torneio se disputa desde 2011.

De 2011 a 2013 e em 2016, o torneio teve como palco o Castle Stuart Golf Links.

Esta competição, como em anos precedentes, realizou-se na semana anterior ao The Open Championship, que se disputa no Royal Birkdale Golf Club, em Southport, Merseyside, Inglaterra.

O Scottish Open é este ano um dos eventos da Rolex Series, em que a bolsa de prémios é de 7 milhões de dólares (cerca de 6,1 milhões de euros) sendo os outros, os seguintes: BMW PGA Championship; Open de France; Irish Open; Italian Open; Turkish Airlines Open; NedBank Golf Challenge; e, DP World Tour Championship.

O vencedor do torneio foi o espanhol de Las Palmas, Rafa Cabrera Bello, 33 anos, que conseguiu a sua primeira vitória, cerca de cinco anos e meio após ter ganho o Omega Dubai Desert Classic.

Cabrera Bello cuja primeira vitória no Tour foi obtida em 2009 no Austrian Golf Open, obteve agora nova vitória ao derrotar, num primeiro buraco de play-off, no 18, par 5, o inglês Callum Shinkwin, 24 anos, que falhou na última volta regulamentar, no buraco 18, um putt  curto, a menos de 1,2 metros do buraco, o que lhe determinou um bogey e o empate e o consequente play-off.

De volta ao buraco 18, Cabrera Bello bateu a sua melhor madeira 3 do torneio, deixando a bola a cerca de 2,4 metros do buraco.

Ao tentar o eagle, falhou, obtendo o birdie que lhe deu a vitória uma vez que Shinkwin, que se encontrava com a bola a cerca de 2,1 metros do buraco não conseguiu concretizar o birdie.

Na ronda final Cabrera Bello efectuou oito birdies não tendo concretizado nenhum bogey, tendo efectuado no último buraco um birdie com que conseguiu o play-off que lhe deu a vitória.

Esta vitória de Cabrera Bello deu continuidade ao brilhante ano de golfe espanhol, com Sergio Garcia a conquistar o Masters Tournament – o seu primeiro Major – e Jon Rahm a vencer dois torneios em que o mais recente foi na semana passada, em que averbou o título de campeão no Irish Open.

Shinkwin que havia iniciado a ronda final empatado com o inglês Ian Poulter, 41 anos, foi obrigado a efectuar o play-off ao efectuar o bogey no último buraco quando o par era suficiente para evitar o desempate.

Shinkwin fez um chip curto para o green, correndo a bola para um bunker, donde efectuou três putts duma distância ao buraco, de cerca de 4,60 metros.

Ian Poulter que procurava a sua 14ª vitória ao nível mundial, em que a última data de 2012, ao fazer cinco bogeys e apenas três birdies, o inglês terminou o torneio no 9º lugar empatado com o vencedor do torneio de 2015, o californiano Rickie Fowler, 28 anos, que concluiu a ronda final com 70 pancadas, após ter batido 67, 70 e 74 shots.

O 3º lugar do torneio foi ocupado pelo francês Matthieu Pavon, 25 anos, que concretizou nas voltas 69, 74, 69 e 68 pancadas que produziu com: 20 birdies; 43 pars; 8 bogeys; e, um double-bogey.

Callum Shinkwin – que falhou nove cuts de seguida, antes de há duas semanas ter jogado no fim de semana o HNA Open de France – Matthieu Pavon e o australiano de Brisbane, Andrew Dodt, 31 anos, qualificaram-se para o The Open Championship, que se realiza esta semana no Royal Birkdale.

O campeão Cabrera Bello e o vice-campeão, Callum Shinkwin, receberam prémios, respectivamente, nos montantes de 1.019.896 e 679.928 euros, valores que os guindaram – após a conversão destes valores em pontos – aos lugares na Corrida para o Dubai a seguir indicados: o primeiro subiu do 22º ao 4º lugar, onde apresenta 1.665.921 pontos, apurados nos 13 eventos em que já participou esta época; e, o segundo ascendeu ao 19º lugar proveniente da 151ª posição, e onde regista 768.891 pontos, obtidos nos 13 torneios que já disputou esta temporada.

Ricardo Melo Gouveia, consumou 70, 72, 78 e 71 pancadas, três acima do par do campo, que efectuou com: 17 birdies; 40 pars; 11 bogeys;  3 double-bogeys; e, um triple-bogey.

Melo Gouveia recebeu o prémio no montante de 20.194 euros, valor com que subiu – após conversão em pontos – da 123ª à 121ª posição da Corrida para o Dubai, onde totaliza 160.446 pontos, que averbou nos 17 torneios que já disputou esta época.

Os vencedores do torneio em anos anteriores – para além de Fowler – que se classificaram nesta edição do evento, obtiveram as seguintes posições e resultados: Graeme McDowell (2008) – 19ºE/-5; Gregory Havret (2007) – 32ºE/-3; e, Luke Donald (2011) – 58ºE/+4.

Outros jogadores que destacamos da classificação geral do torneio, obtiveram as seguintes posições e resultados: Ryan Fox – 4ºE/-8; Sören Kjeldsen, Andy Sullivan – 9ºE/-7; Henrik Stenson, Alexander Levy, Paul Dunne – 26ºE/-4; Ross Fisher, Alexande Björk, Richie Ramsey – 35ºE/-2; Haotong Li – 50º/+1; e, Bernd Wiesberger – 51ºE/+2.

José Filipe Lima não jogou no fim de semana, por ter sido eliminado após ter efectuado 76 e 78 pancadas, 10 acima do par do campo.

O natural da Irlanda do Norte, Rory McIlroy, o nº 22 da Corrida para o Dubai – nº4 mundial – também foi eliminado, com os resultados de 74 e 71 pancadas, uma acima do par do campo.

McIlroy não passou o cut em três dos quatro últimos torneios que disputou, não tendo jogado nos fins de semana do US Open e do irish Open.

Outros jogadores que destacamos do grupo dos que não passaram o cut, são os seguintes: Tyrrell Hatton; Brandon Stone; Matthew Fitzpatrick; Graeme Storm; Chris Wood; Peter Uihlein; Mike Lorenzo-Vera; Pablo Larrazabal; Fabrizio Zanotti; Dean Burmester; Jeunghun Wang; David Lipsky; Johan Edfors (vencedor do torneio em 2006); Martin Kaymer (2009); Edoardo Molinari (2010); e, Alex Noren (2016).

Voltar

 


 

Sites


 






 



 

Revised: 17-07-2017 .