Circuito Europeu de Homens

CASEY QUEBRA CINCO ANOS DE JEJUM DE VITÓRIAS NA ALEMANHA

Posche European Open

Data: 5 a 8 de Setembro de 2019

Campo: North, Green Eagle Golf Courses

Par:  72

Local : Hamburgo, Alemanha

Resultados

 

Este torneio foi instituído em 1978 tendo sido disputado em vários países e com diversos nomes decorrentes dos patrocinadores.

Desde 2015 o torneio teve como patrocinador a Porsche, que deu o nome ao torneio, tomando este a designação Porsche European Open.

A competição foi disputada no Reino Unido de 1978 a 2009, tendo-se realizado na Alemanha em 2015 e 2016, no Golf Resort Bad Griesback, campo desenhado por Bernhard Langer e inaugurado em 2008, que tomou o nome de Franz Beckenbauer, em homenagem ao famoso jogador de futebol alemão, natural de Munique.

 

Desde 2017 que o torneio tem como palco o campo North, no Green Eagle Golf Courses, situado perto de Hamburgo, que foi inaugurado em 2009, com desenho de Micheal Blesch.

O campo, com o comprimento de 6.898 metros é dos mais compridos onde se disputam os torneios do European Tour.

O North é um percurso com greens ondulados, sendo os fairways amplos, possuindo alguns lagos, sendo em geral exposto aos ventos dominantes.

Neste flyover o campo pode ser melhor conhecido.

O vencedor do torneio foi o inglês Paul Casey, 42 anos, que ambicionava conquistar este evento, tendo para tanto batido 66, 73, 69 e 66 pancadas, 14 abaixo do par do campo.

Na primeira ronda Casey bateu as pancadas sob vento forte e chuva, encontrando-se com dores de garganta, situações que não o impediram de efetuar 66 pancadas, com sete birdies e um bogey.

Casey terminou a volta com uma pancada de vantagem sobre o austríaco Matthias Schwab, 24 anos, que fez dois birdies nos front-nine, tendo nos nove buracos seguintes efetuado um eagle no buraco 15, par 5, tendo concretizado um bogey no 17, par 4, terminando a ronda com birdie no 18, par 4.

O estreante escocês Robert MacIntyre, 23 anos; o natural de Dusseldorf, Max Rottluff, 26 anos; e, o inglês Ben Stow, 27 anos; concluíram a volta com mais duas pancadas que Paul Casey.

Na segunda ronda Casey obteve o seu pior resultado numa volta do torneio, 73 pancadas, que produziu com: 5 birdies; 11 pars; e, 2 bogeys, caindo para o terceiro lugar da competição empatado, passando então o torneio a ser liderado por MacIntyre, com 6 pancadas de vantagem sobre Casey e com 4 shots sobre Ritthammer.

Na terceira ronda Casey, ao consumar 69 pancadas, com: 5 birdies; 11 pars; e, 2 bogeys, posicionou-se isolado no 3º lugar, e a uma pancada dos líderes, o alemão Ritthammer, que se encontrava a disputar o seu 100º European Tour e havia batido 70 pancadas e MacIntyre que efetuou 74 shots, com 3 bogeys e apenas um birdie.

Paul Casey na ronda final obteve 66 pancadas, que produziu com: 6 birdies e 12 pars, ganhando com este resultado o torneio, com 14 pancadas abaixo do par do campo e, com uma pancada de vantagem sobre os vice-campeões: Matthias Schwab, que também efetuou 66 pancadas, com um eagle, 5 birdies, 11 pars e um bogey; e, Rober MacIntyre, que também efetuou na volta 68 pancadas, que concretizou com identicos  resultados em cada buraco, o que o alemão Ritthammer havia efetuado.

No domingo – ao contrário das condições atmosféricas dos dias anteriores – a competição decorreu sob um sol brilhante, que permitiu ao austríaco Bernd Wiesberger e ao francês Romain Wattel, 28 anos, obterem 64 pancadas, com que vieram a classificar-se no torneio, respetivamente, nas 5ª e 6ª posições, com 13 e 12 pancadas abaixo do par do campo.

Com o prémio atribuído no valor de 330.330 euros, convertido em pontos Corrida para o Dubai, Paul Casey subiu do 42º ao 16º lugar naquele ranking, onde regista 1.382,9 pontos, obtidos nos oito eventos que já disputou esta época.

Pedro Figueiredo, 28 anos, com as marcas de 70, 71, 74 e 73 pancadas – ao par do campo – que efetuou com: 8 birdies; 57 pars; 6 bogeys; e, um double-bogey, obteve no torneio a 33ª posição – a sua terceira melhor classificação, nos 24 torneios que já disputou esta época.

Figueiredo recebeu um prémio no valor de 15.467 euros, a que corresponderam 22 pontos Corrida para o Dubai, tendo subido neste ranking do 198º ao 182º lugar, onde apresenta o total de 121,9 pontos.

Melo Gouveia, 28 anos, com os resultados nas voltas seguintes: 72, 70, 71 e 76 pancadas, uma acima do par do campo, classificou-se no 36º lugar, tendo recebido um prémio no valor de 12.800 euros, que convertidos em pontos totalizam 18,43 pontos.

Com os pontos recebidos Melo Gouveia subiu da 181ª a 177ª posição na Corrida para o Dubai, onde regista o total de 138 pontos, que obteve nos 21 eventos que já disputou esta época.

A classificação de Melo Gouveia neste torneio foi o seu quarto melhor, após os 21 eventos que já disputou este ano.

Outros jogadores que destacamos da classificação do torneio, obtiveram as posições e resultados indicados: Guido Migliozzi, Pablo Larrazabal – 7ºE/-10; Thomas Pieters – 20ºE/-3; Alexander Björn, Richard Sterne – 22ºE/-2; Paul Waring – 28ºE/-1; Jorge Campillo – 33ºE/+1; Kurt Kitayama, Andy Sullivan, Scott Hend, Patrick Reed, Nacho Elvira – 36ºE/+1; Xander Schauffele, Alvaro Quiros – 46ºE/+2; e, Ryan Fox – 69ºE/+5.

Não passaram o cut os seguintes concorrentes, dentre outros: Jordan Smith (vencedor em 2017), Matt Kuchar, Alexander Levy (2016); Grant Forrest; Richard Mcevoy (2018); Lucas Bjerregaard; Kalle Smooja; Maximilian Kieffer; Richie Ramsay; Sean Crocker; Oliver Wilson; Lorenzo Gagly; Adrian Otaegui; Adri Arnaus; Fabrizio Zanotti; e, Julian Suri.

Voltar

 


 

Sites


 





 

Revised: 10-09-2019 .