Circuito Europeu de Homens

O AUSTRIACO WIESBERG DERROTOU NA ESCÓCIA NUM TERCEIRO BURACO DE PLAY-OFF O FRANCÊS HERBERT

Aberdeen Standard Investments Scottish Open

Data: 11 a 14 de Julho de 2019

Campo: The Renaissance Club

Par:  71

Local : North Berwick, Escócia; Reino Unido

Resultados

 

O Scottish Open, que tem desde o ano passado novo patrocinador que incluiu o seu nome no título do torneio, tendo tomado a seguinte designação: Aberdeen Standard Investments Scottish Open.

O torneio que foi inaugurado em 1935 e ingressou em 1972 no European Tour, tendo-se verificado depois um intervalo de doze anos, até que, em 1986, o evento regressou ao Circuito Europeu.

 

Em 1996 e 1997 o torneio voltou a desaparecer do calendário do European Tour, sendo decidido em 2001 que os torneios efetuados naqueles anos, seriam considerados Scottish Open.

Esta competição realiza-se, desde 1987, na semana anterior ao The Open Championship, sendo como o John Deere Classic, eventos que possibilitam aos jogadores a qualificação para aquele Major.

Estes eventos desde 2014 fazem parte do Open Qualifying Series, que permitem que três ou quatro jogadores, ainda não qualificados para aquele Major, entrem no seu field.

O 148º Open Championship disputa-se na próxima semana, no Royal Portrush Golf Club, em Portrush, na Irlanda do Norte.

Este é o terceiro torneio da Rolex Series – ranking que o European Tour instituiu em 2017 - tendo já sido disputados os seguintes eventos: o Abu Dhabi HSBC Golf Championship, em Janeiro; e, o Dubai Duty Free Irish Open hosted by The Rory Fundation, em Julho

Os próximos torneios da Rolex Series são os seguintes: o BMW PGA Championship, de 19 a 22 de Setembro; o Italian Open, de 10 a 13 de Outubro; o Turkish Airlines Open – de 7 a 10 de Outubro; o NedBank Golf Challenge – de 14 a 17 de Novembro; e, o DP World Tour Championship Dubai – de 21 a 24 de Novembro.

Estes eventos têm bolsas de prémios de 7 milhões de dólares (cerca de 6,2 milhões de euros) e o último de 8 milhões de dólares (cerca de 7,1 milhões de euros).

A 37ª edição do Scottish Open realizou-se em mais um campo de links, nos quais foram disputados todos os torneios desde 2011.

Assim a partir daquele ano as competições foram efetuadas nos seguintes campos: em, 2011, 2012, 2013 e 2016 no Castle Stuart Golf Links; em 2014, no Royal Aberdeen Golf Club; em 2017, no Dundonald Links; em 2015 e 2018, no Gullane Golf Club; e, em 2019 no The Renaissance Club.

The Renaissance Club e o seu campo de golfe foram inaugurados em 2008, tendo o percurso – um puro links – tido como arquiteto o americano Tom Doak.

O campo recebeu, pela primeira vez, nos seus onze anos de história, o Aberdeen Standard Investments Scottish Open, dispondo já dos novos buracos 9, de par 3 e o 10 e 11, ambos de par 4, os quais dispõem de espetaculares vistas do estuário do rio Forth.

O percurso é muito ondulado – em especial a caminho dos novos buracos dos back-nine, em direção à costa – sendo os roughs muito altos junto aos fairways, sendo os greens difíceis.

Tendo sido removida pouca terra na construção do campo, o desenho aproveitou os contornos das dunas, mantendo-se algumas árvores que embelezam o campo, o que pode ser melhor apreciado neste hole-by-hole e em vídeo.

O vencedor do torneio foi o austríaco Bernd Wiesberg, 33 anos, que derrotou num terceiro buraco de play-off, o francês Benjamin Herbert, 32 anos – após ambos terem feito pars e bogeys no buraco 18, par 4 – que fez novo bogey na terceira tentativa de desempate, com Wiesberger a concretizar um birdie.

Wiesberger bateu nas rondas 67, 61, 65 e 69 pancadas, que produziu com: 30 birdies; 34 pars; e, 8 bogeys; e, Berger consumou nas voltas: 25 birdies; 41 pars; e, 6 bogeys; tendo ambos concluído as rondas regulamentares com 22 pancadas abaixo do par do campo.

O 3º lugar da competição foi ocupado pelo francês Romain Langasque, 24 anos, com uma vitória no Challenge Tour, que efetuou 66, 69, 71 e 67 shots, que concretizou com: um eagle; 20 birdies; 47 pars; e, 4 bogeys.

No 4º lugar do torneio concluíram as suas prestações cinco jogadores, com 19 pancadas abaixo do par do campo, dentre os quais se encontravam o inglês Andrew Johnston, 30 anos, conhecido por ‘Beef’, que na última volta bateu 62 pancadas, o seu melhor resultado numa volta nos torneios que disputou no European Tour, onde obteve em 2016 a sua única vitória neste circuito, sendo um jogadores que obteve o dos cartão de entrada no The Open que se disputa na próxima semana.

Para o Open Championship também obtiveram cartões de entrada Benjamin Hebert e o italiano Nino Bertásio.

Andrew Johnson que se tem mantido afastado dos campos de golfe, revelou no seu blog, que se tem encontrado com problemas psiquiatricos, o que tem justificado a sua não presença nos torneios, e que, após este evento e com o resultado que obteve na última ronda, disse com lágrimas, que espera um bom regresso aos torneios.

O campeão Wiesberg e o vice-campeão Hebert receberam prémios no valor de 1,035 milhões de euros e 690.063 euros, tendo Langasque, que obteve o 3º lugar, recebido um premio no montante de 388.785 euros.

A estes prémios correspondem em pontos, a adicionar ao ranking Corrida para o Dubai, os seguintes totais: 1.165; 780; e, 438.

Com os pontos recebidos, Wiesberger subiu do 7º ao 1º lugar do ranking onde apresenta o total de 2.736,3 pontos, obtidos nos 18 eventos em que já participou esta época.

Benjamin Hebert com o prémio auferido ascendeu do 45º lugar à 9ª posição do ranking onde regista 1.420 pontos, que obteve nos 15 torneios que disputou este ano.

Os vencedores do torneio em anos anteriores, que se classificaram na edição deste ano, obtiveram as seguintes posições e resultados: Rafa Cabrera-Bello (2017) – 9ºE/-18; Martin Kaymer (2009) – 20ºE/-16; Brandon Stone (2018), Edoardo Molinari (2010) – 34ºE/-13; e, Lee Westwood (1998) – 55ºE/-10.

Outros jogadores que destacamos da classificação geral do torneio, obtiveram as seguintes posições e resultados: Andrea Pavan – 4ºE/-19; Ian Poulter, Matthew Fitzpatrick, Matt Wallace, Erik Van Rooyen – 14ºE/-17; Guido Migliozzi, Andy Sullivan, Mike Lorenzo-Vera – 28ºE/-14; Christiaan Bezuidenhout, Rory McIlroy – 34ºE/-13; Kurt Kitayama – 43ºE/-12; Paul Waring, Marcus Kinhult – 48ºE/-11.

Ricardo Melo Gouveia, 27 anos, com 70 e 72 pancadas e Pedro Figueiredo, 28 anos, com 70 e 74 pancadas, não passaram o cut, ocupando, o primeiro, a 189ª posição e, o segundo, o 205º lugar na Corrida para o Dubai, com, respetivamente, 106,8 pontos e 17 eventos disputados e 75,1 pontos, com 20 torneios efetuados.

Outros jogadores que não passaram o cut, foram os seguintes: Lucas Bjerregaard; Robert Macintyre; Jordan Spieth; Joost Luiten; Ryan Fox; Matthias Schwab; Haotong Li; David Lipsky; Aaron Rai; Richard Stern; Jason Scrivener; C. T. Pan; Si Woo Kim; Gavin Green; Kevin Kisner; Justin Harding; Graeme McDowell (vencedor em 2008); Scott Hend; Jimmy Walker; Thomas Bjorn (vencedor em 1996); e, Rickie Fowler (2015).

Voltar

 


 

Sites


 





 

Revised: 15-07-2019 .