Circuito Europeu de Homens

O  ESPANHOL RAHM OBTÉM VITÓRIA CATEGÓRICA NO TORNEIO DO SEU PAÍS

Open de España

Data: 12 a 15 de Abril de 2018
Campo: Centro Nacional de Golf
Par:  72
Local :  Madrid, Espanha

Resultados

 

O torneio que se realizou em 2016, regressou este ano ao European Tour e à Corrida para o Dubai, tendo como palco o campo do Centro Nacional de Golf, que foi inaugurado em 2006 e se situa a norte de Madrid, tendo a Real Federação Espanhola de Golfe como proprietária.

O torneio que se disputa desde 1912, foi inaugurado no European Tour em 1972, sendo considerado um dos mais antigos e mais celebres torneios do European Tour.

A 91ª edição da competição teve como vencedor o espanhol do País Basco, Jon Rahm, 23 anos, que frequentou a Universidade do Estado do Arizona, onde ganhou onze torneios, sendo o nº 2 da história do golfe na Universidade, ficando apenas atrás de Phil Mickelson que quando aluno desta instituição obteve dezasseis vitórias.

Esta foi a terceira vitória de Rahm no European Tour – após ter ganho em 19 de Novembro de 2017 o DP Wold Tour Championship Dubai e, em Julho daquele ano o Dubai Duty Free Irish Open hosted by The Rory Foundation.

Jon Rahm, que reside nos EUA, é membro do PGA Tour, onde no início de 2017 conquistou o Farmers Insurance Open, tendo em Janeiro de 2018 vencido o Carrer Builder Challenge.

Rahm ao conquistar o Open de España não teve vida fácil, tendo batido 67, 68, 66 e 66 pancadas, 20 abaixo do par do campo, resultados que produziu com: 2 eagles; 21 birdies; 45 pars; 3 bogeys; e, um double-bogey.

Na primeira ronda posicionou-se no 3º lugar empatado na classificação, tendo caído para o 5º lugar na segunda volta, recuperando a terceira posição empatado na ronda seguinte encontrando-se então com 15 pancadas abaixo do par do campo, a duas pancadas do líder, o irlandês Paul Dunne, 25 anos.

Rahm tinha ainda à sua frente, com menos uma pancada, o seu compatriota de Madrid, Nacho Elvira, 31 anos, o favorito local.

Fazendo jus à sua excelente performance  Rahm bateu 67 pancadas na ronda final com 6 birdies, 11 pars e um bogey, resultados com que ultrapassou os seus concorrentes, Paul Dunne e Nacho Elvira, que concluíram as suas prestações ambos com 71 pancadas.

Rahm conquistou o torneio com três pancadas de vantagem sobre o seu compatriota e duas sobre o irlandês, Paul Dunne.

Jon Rahm conseguiu esta vitória ao debutar no Open do seu país, entrando na galeria dos seis espanhóis que já venceram este evento desde 1972, ano em que nasceu o European Tour.

Assim os anteriores vencedores espanhóis foram: Antonio Garrido (1972); Seve Ballesteros (1981, 1985, 1995); Sergio Garcia (2002); Alvaro Quirós (2010);e, Miguel Angel Jimenez (2014).

Esta foi a primeira vitória de Rahm em Espanha como profissional, antecedido por sete vitórias nacionais que Rahm, como amador, conquistou em 2009, 2010, 2012, 2014 e 2015, tendo-se tornado profissional em 2016.

Rahm é o quarto jogador do ranking mundial, tendo com o prémio recebido, no montante de 250 mil euros ascendido na Corrida para o Dubai, do 11º ao 5º lugar, onde regista após os quatro eventos que já disputou esta época, o total de 978.174 pontos.

O vice-campeão Paul Dunne, que bateu 66, 65, 68 e 71 pancadas, 18 abaixo do par do campo, conseguiu tal posição ao consumar: 1 eagle; 23 birdies; 41 pars; e, 7 bogeys.

Dunne recebeu como prémio 166.660 euros, que determinou a sua subida na Corrida para o Dubai, da 74ª à 35ª posição, onde regista 300.040 pontos, averbados nos cinco eventos que já disputou esta época.

Nacho Elvira, que ocupou o 3º lugar, com o prémio de 93.900 euros, ascendeu da 167ª posição ao 62º lugar na Corrida para o Dubai, onde apresenta o total de 142.304 pontos, apurados nos oito eventos que já disputou esta época.

Ricardo Melo Gouveia, 26 anos, obteve o 52º lugar empatado na classificação, ao bater 69, 70, 72 e 70 pancadas, 7 abaixo do par do campo, que apurou com: 18 birdies, 43 pars; e, 11 bogeys.

Melo Gouveia com o prémio no montante de 5.700 euros, subiu da 115ª à 113ª posição da Corrida para o Dubai, onde regista 70.745 pontos, nos dez eventos que já disputou esta época, tendo esta semana obtido o seu segundo melhor resultado naquele número de competições.

Outros concorrentes que destacamos da classificação geral do torneio obtiveram as seguintes posições e os resultados indicados: George Coetzee – 4º/-16; Jorge Campillo – 5ºE/-15; Julien Guerrier, Hideto Tanihara – 9ºE/-14; Yusaku Miyazato, Andrew Johnston (vencedor em 2016) – 12ºE/-13; Pablo Larrazabal, Erik Van Rooyen, Andy Sullivan – 21ºE/-12; Alexander Bjork – 39ºE/-9; David Lipsky – 67ºE/-4; e, Dean Burmester – 71º/-3.

Não passaram o cut os seguintes jogadores, dentre outros: Rafa Cabrera Bello; Ryan Fox; Eddie Pepperell; Oliver Fisher; Jeunghun Wang; Sam Horsfield; Matt Wallace; Mikko Korhonen; Robert Karlsson (vencedor em 2001); Niclas Fasth (2006); Paul Lawrie (2008); Alvaro Quirós (2010); Thomas Aiken (2011); Raphäel Jacquelin (2013); e, James Morrison (2015).

Voltar

 


 

Sites


 





 



 

Revised: 16-04-2018 .